Projeto homenageia Cipeiro no Estado de São Paulo - Marcos Martins

Projeto homenageia Cipeiro no Estado de São Paulo

Os Cipeiros, trabalhadores eleitos para representar a CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes nos locais de trabalho), podem ganhar um dia especial no calendário do Estado de São Paulo. O deputado estadual Marcos Martins protocolou, no dia 23 de julho, na Assembléia Legislativa de São Paulo, projeto de lei 485/2009 que pretende instuir o “Dia do Cipeiro”, a ser celebrado anualmente na segunda quarta-feira do mês de maio, no âmbito do Estado de São Paulo. A proposta será encaminhada para análise das Comissões Permanetes da Casa e depois seguirá para o Plenário para votação e aprovação dos deputados. Criado no nível federal, em 09 de junho de 1978, por meio da Portaria Ministerial nº 3.214, a CIPA tem como missão reduzir o número de acidentes de trabalho nas empresas e organizações brasileiras. Constitui-se de grupo de funcionários que, eleitos por seus colegas ou indicados pelo empregador, têm o dever de zelar pelo cumprimento das regras e normas de segurança do trabalho. A CIPA tem grandes desafios. O principal está em reduzir os perigoso nos ambientes de trabalho. No país o número de acidentes nesses locais atingiu em 2004 seu maior índice em cinco anos, com a notificação de mais de 458 mil casos. Em cada 10 mil trabalhadores, 137 sofreram algum tipo de acidente, seja durante o horário de trabalho ou no transporte de ida ou volta ao local de trabalho. O Brasil está entre as nações com maiores índices de mortes por acidentes do trabalho, ficando atrás da Índia, Coréia do Sul e El Salvador, por exemplo. Em 2004, cerca de 2.800 trabalhadores perderam a vida no país. Além de vitimar pessoas, esse quadro tem significativo impacto sobre as despesas governamentais, agravando as contas da Saúde e da Previdência. “As CIPAs têm contribuído significativamente para a segurança do trabalho no Brasil. O números de acidentes seriam ainda maiores se não fossem as intervenções, os cuidados e os trabalhos realizados pelos Cipeiros. Instituir o “Dia do Cipeiro” no estado de São Paulo é uma forma de valorizar estes pessoas e de promover reflexão e o debate a respeito da importância da segurança do trabalhador no território paulista”, justifica Marcos Martins. O projeto é uma revindicação, atendida pelo deputado, do Conselho Intersindical de Saúde e Seguridade Social de Osasco e Região que tem como filiados 35 sindicatos de Osasco e Região e duas Associações, Abrea (Associação Brasileira dos Exposto ao Amianto) e UAPO (União dos Aposentados e Pensionista de Osasco). Além disso, e a data foi escolhida em maio por se tratar do mês em que se celebra o Dia Internacional do Trabalhador, dia 01 de maio.