Marcos Martins incentiva projeto que retrata raízes caiçaras - Marcos Martins

Marcos Martins incentiva projeto que retrata raízes caiçaras

Não havia cadeiras vagas no Teatro Municipal de São Sebastião na noite de quinta-feira, 14 de abril. Centenas de cidadãos do município foram assistir ao documentário ‘Memória Caiçara’, fruto do projeto de pesquisa “Identidade Caiçara: linguagem, memória e história dos moradores do Litoral Norte de São Paulo”, o qual o deputado Marcos Martins (PT) destinou emenda no valor de R$50 mil para a realização. Rosângela Dias da Ressurreição, idealizadora do projeto, professora, historiadora e diretora do Departamento de Patrimônio em São Sebastião, agradeceu a Marcos Martins pelo encaminhamento do recurso. Segundo ela, a obra tem como objetivo consagrar a identidade caiçara para documentação e difusão de cultura: foram feitas 3.000 cópias do documentário para transmissão nas escolas de ensino médio da região. A finalidade é que as nova gerações, ou quem ainda não conhece as raízes de sua cidade, tenham contato com as suas origens. “É importante que as crianças conheçam o passado. O documentário também servirá para que outras pessoas de São Sebastião se interessem pelo resgate de sua cultura”, disse o deputado Marcos Martins em discurso. O prefeito da cidade, Ernani Primazzi (PSC), compareceu ao evento e parabenizou a equipe que realizou o documentário, atribuindo a eles o mérito de “dar continuidade à história de São Sebastião”. Congratulou também os ‘atores de São Sebastião’, se referindo às 20 personagens entrevistadas no vídeo – 20 figuras caiçaras conhecidas na cidade, todas com 60 anos ou mais. Para Ernani, o documentário é um marco inicial de retratação histórica importante para o município. Membros da atual gestão de São Sebastião também prestaram suas homenagens ao documentário e seus realizadores. Entre eles estiveram presentes Roseli Primazzi , primeira-dama e secretária de Trabalho e Desenvolvimento Social; Artur Balute, presidente da Câmara Municipal; o vereador Marcos Tenório; a secretária de Cultura e Turismo, Maria Anita Bueno; o secretário de Administração e Governo, Urandy Rocha; o secretário de Habitação, Roberto Alves Massa, e o chefe de gabinete, Sérgio Félix. O documentário será novamente apresentado no sábado, 16, durante a inauguração do Centro Cultural de São Sebastião, na Rua Sebastião Silvestre Neves, 214, Centro, São Sebastião/SP.