Mobilidade Urbana em foco - Marcos Martins

Mobilidade Urbana em foco

Crédito: Divulgação

O deputado estadual Marcos Martins lutou contra os pedágios abusivos; trabalhou duro pela duplicação de avenidas em Osasco; conquistou emendas para cidades do interior; defende que o metrô saia da capital chegando à região metropolitana e a implementação do VLT. Saiba mais sobre estas e outras questões que envolvem a mobilidade urbana no mandato do deputado petista.

Pedágios Abusivos

Em 2009, o deputado estadual pelo PT iniciou uma luta contra os pedágios abusivos no Rodoanel Mario Covas e na Rodovia Castelo Branco, que se estendeu a todas as rodovias estaduais. Na época Martins conseguiu uma redução significativa no valor dos pedágios cobrados, mas de lá para cá as cobranças aumentaram, e a luta deve continuar até que os valores e o número de praças diminuam. “Diversas cidades do interior do Estado cresceram ao longo das rodovias e, hoje, seus moradores sofrem quase que diariamente para fazer pequenos deslocamentos. Às vezes, não há acesso para sitiantes ou moradores do entrono, em outras, o morador tem que pagar diariamente”, lamenta o deputado.

Ferrovias

Para Marcos Martins, não são apenas medidas rodoviaristas que resolverão os problemas na mobilidade urbana. Entre as opções para facilitar o deslocamento dos trabalhadores está o resgate da malha ferroviária paulista, sucateada nos últimos 20 anos, e que serviria tanto no transporte de passageiros quanto de carga. “É uma alternativa que barateia o custo e reduz significativamente o número de acidentes, além de ser uma ótima opção para o deslocamento de passageiros em longas distâncias”, avalia Martins. O deputado também defende que o metrô chegue a todas as cidades da região metropolitana da capital e não seja apenas um trem subterrâneo da capital.

Diversidade de modais

Para curtas distâncias, Marcos Martins acredita no investimento em corredores de ônibus, VLT’s e até na construção de ciclovias e melhoria das calçadas. As melhorias no viário também são bem-vindas, já que o número de usuários de veículos motorizados individuais vem crescendo significativamente. “É preciso diversificar as opções de modais, para que o trabalhador possa optar por qual é o melhor deslocamento em cada situação e não fique dependente de um único sistema, mas sempre privilegiar o coletivo”, defende o deputado. Diversas cidades do interior do Estado já receberam emendas do deputado para melhorias viárias.

VLT na região Oeste

A implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), ligando o Terminal do Km 21 em Osasco até a Rodovia Raposo Tavares, está nos planos de mobilidade urbana do prefeito Jorge Lapas. O projeto de viabilidade para implantação do VLT nas marginais do trecho Oeste do Rodoanel conta com recursos disponíveis do Governo Federal e tem o apoio do deputado estadual Marcos Martins.

Duplicação da Visconde de Nova Granada

Em outubro deste ano, a prefeitura de Osasco anunciou convênio com a Caixa Econômica Federal para o início das obras de duplicação da avenida Visconde de Nova Granada, na zona sul da cidade. A intervenção é uma luta antiga dos moradores da região e foi possível devido ao contrato assinado entre o prefeito Jorge Lapas, o ministro das cidades Gilberto Occhi e a Caixa.

A primeira fase das obras está pronta para começar e envolve o prolongamento e duplicação da avenida, a canalização do córrego João Alves e a construção de um corredor com faixa exclusiva de ônibus que cortará a cidade da zona Norte à zona Sul, fazendo ligação viária entre o Jardim Helena Maria e o Rodoanel. A segunda fase contemplará a urbanização da Favela da 13 com a construção de 360 moradias e obras de ampliação e duplicação de vias.

O deputado estadual Marcos Martins, presente na assinatura do convênio na prefeitura de Osasco, comemorou o anúncio. Em 2005, em seu último mandato como vereador antes de assumir como deputado, Martins reuniu 5 mil assinaturas em abaixo-assinado entregue ao então prefeito Emídio de Souza, pedindo a duplicação da via. Naquele momento, os recursos não foram suficientes para entender a avenida até o Salgado, o que será feito agora com recursos federais.

“Não serão apenas os moradores do entorno da avenida que serão beneficiados. Lutamos há tantos anos por estas obras, pois sabemos que o resultado será uma importante ligação entre duas regiões igualmente distantes e importantes da cidade, que trará melhoria na vida de todos, especialmente pela construção do corredor de ônibus”, lembra o deputado.