Marcos Martins defende que capoeira seja reconhecida como patrimônio do povo paulista - Marcos Martins

Marcos Martins defende que capoeira seja reconhecida como patrimônio do povo paulista

Crédito: Assessoria/MM

No último domingo, 3/7, o deputado Marcos Martins participou de atividade na Associação Cultural República de Palmares, organização liderada pelo Mestre Borboleta, em Osasco, quando conversou sobre os desafios atuais da capoeira no estado de São Paulo e defendeu que a capoeira seja reconhecida como patrimônio imaterial do povo paulista.
Na ocasião, o deputado ressaltou a importância e a história da capoeira e a necessidade de maior valorização. Vale destacar que o deputado Marcos Martins solicitará ao Legislativo Estadual o Título de Utilidade Pública para Associação no marco dos seus 31 anos de resistência cultural e trabalhos prestados.
Participaram da atividade diversas lideranças locais, como o ex-vereador Nelsinho, tal como mestres capoeiristas convidados.

No último domingo, 3/7, o deputado Marcos Martins participou de atividade na Associação Cultural República de Palmares, organização liderada pelo Mestre Borboleta, em Osasco, quando conversou sobre os desafios atuais da capoeira no estado de São Paulo e defendeu que a capoeira seja reconhecida como patrimônio imaterial do povo paulista.

Na ocasião, o deputado ressaltou a importância, a história da capoeira e a necessidade de maior valorização. Vale destacar que o deputado Marcos Martins solicitará ao Legislativo Estadual o Título de Utilidade Pública para Associação no marco dos seus 31 anos de resistência cultural e trabalhos prestados.

Participaram da atividade diversas lideranças locais, como o ex-vereador Nelsinho, tal como mestres capoeiristas convidados.