Audiência Pública debate problemas graves em procedimentos do Departamento de Perícias Médicas do Estado de São Paulo - Marcos Martins

Audiência Pública debate problemas graves em procedimentos do Departamento de Perícias Médicas do Estado de São Paulo

Por conta das graves violações e suspeitas de irregularidades identificadas em procedimentos realizados pelo Departamento de Perícias Médicas do Estado (DPME), pela Comissão de Assistência em Assuntos de Saúde (CAAS) e pela Unidade Central de Recursos Humanos (UCRH) nos últimos anos, o Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Saúde do Estado de São Paulo (Sindsaúde-SP) promoverá ainda em maio, em parceria com o deputado estadual Marcos Martins, uma Audiência Pública para debater o tema e buscar soluções.

Marcada para o dia 29 deste mês, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, a Audiência “Direitos Negados, Doenças Adquiridas” visa, além das melhorias necessárias nos processos, chamar atenção para as consequências do descaso e dos desmontes que vem sofrendo o sistema público de saúde pela gestão da secretaria estadual de Saúde, em especial para a saúde dos servidores.

Diversos sindicatos de servidores públicos foram convidados para participar do debate sobre a saúde dos funcionários, que por muitas vezes são obrigados a trabalhar doentes, já que suas licenças são negadas quase sistematicamente pelo DPME. “Outra situação preocupante é que muitas vezes o trabalhador ainda não recuperou as condições de saúde para realizar determinada função, mas ao invés de protegê-lo, a decisão do DPME acaba por prejudicá-lo, quando exige seu retorno antecipado, mesmo com a saúde debilitada”, apontou o deputado Marcos Martins.

A secretária de Saúde do Trabalhador do Sindsaúde-SP, Jacilene Maria da Silva, ressaltou a importância da Audiência Pública para revelar o descaso do governo do Estado com a Saúde dos servidores. “Quando nós entramos no serviço público somos obrigados a fazer um exame médico admissional, mas quando ficamos doentes temos nossos direitos à saúde negados.”, finalizou Jacilene.

Apoiam a realização da Audiência o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (APEOESP); o Sindicato dos Funcionários e Servidores da Educação do Estado de São Paulo (AFUSE); a estadual de São Paulo da Central Única dos Trabalhadores (CUT-SP); a Comissão Consultiva Mista do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público do Estado de São Paulo (CCM-IAMSPE) e o Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (SIFUSPESPE).

Serviço

O que: Audiência Pública – Direitos Negados, Doenças Adquiridas

Quando: 29/05 às 9h

Onde: Auditório Franco Montoro – Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo

Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, 201, Ibirapuera – São Paulo