Marcos Martins lança campanha contra Pacote do Veneno - Marcos Martins

Marcos Martins lança campanha contra Pacote do Veneno

O deputado estadual Marcos Martins lançou, no último sábado (30), um abaixo-assinado para barrar o PL 6.299/09, popularmente chamado de “Pacote do Veneno”, que libera ainda mais o uso de agrotóxicos no país.

O ato de lançamento aconteceu na UAPO (União dos Aposentados e Pensionistas de Osasco), em Osasco, e contou com a presença do deputado federal Nilto Tatto, que é o relator do projeto que institui a Política Nacional de Redução do Uso de Agrotóxico, e do ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza.

Na abertura do evento, Marcos Martins condenou a recente aprovação do “Pacote do Veneno”, em Comissão Especial do Congresso Nacional, e alertou para os riscos do uso de agrotóxicos. Para ele, a substância atenta contra a vida das pessoas. Para mostrar que a população precisa de uma alimentação mais saudável, o parlamentar apresentou exemplos e defendeu a adoção de mais alimentos orgânicos na mesa dos brasileiros.

Outro que defendeu uma alimentação mais saudável foi o ex-prefeito Emidio de Souza. Segundo ele, o congresso deve buscar projetos e formas de deixar a alimentação mais saudável. Ao listar uma série de ataques a direitos sociais e trabalhistas, Emidio frisou que até a alimentação corre perigo. “O povo brasileiro não pode aceitar um ataque à sua comida”, disse.

Em sua explanação, Nilto Tatto falou de sua luta em Brasília contra o pacote que pretende liberar o uso de agrotóxicos no país. Segundo ele, o lobby dos ruralistas têm sido muito forte.

Nilto Tatto apontou uma série de problemas que o Pacote do Veneno pode causar à saúde da população. “Agora é hora de intensificar a pressão sobre o Congresso. Não vamos permitir mais esse retrocesso”, afirmou.

O abaixo-assinado conseguiu 300 assinaturas só no primeiro dia de campanha.

Música Caipira

O evento também contou com a participação do apresentador do programa Brasil Viola Atual, da Rádio Brasil Atual, que fez uma palestra sobre a história da música caipira.

Autor da lei que reconheceu Osasco como Capital da Viola, Marcos Martins homenageou os presentes com uma placa comemorativa.