Entidades e parlamentar lançam campanha #ChegaDeEspera por Centro Oncológico - Marcos Martins

Entidades e parlamentar lançam campanha #ChegaDeEspera por Centro Oncológico

Crédito: Assessoria/MM

Nessa terça-feira, 8 de abril, Dia Mundial de Combate ao Câncer, a Abrea (Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto) e o grupo Oncovida, com apoio do deputado estadual Marcos Martins, lançaram a campanha “Chega de espera, queremos o Centro de Oncologia Já!”.

A campanha visa reforçar a luta pela instalação imediata do centro para tratamento do câncer na cidade. A unidade foi prometida pelo governo do Estado em 2013, mas até agora o prédio (que fica na avenida Benedito Américo de Oliveira, Vila Yara) permanece fechado. O imóvel já foi declarado de utilidade pública em novembro de 2013.

Durante o lançamento da campanha ocorreu em frente à estação Osasco na CPTM. Na ocasião, membros da Abrea, do grupo Oncovidas e a assessoria do deputado alertaram a população sobre os cuidados para se evitar o câncer e sobre a importância de aderir à campanha pela rede sociais por meio da hastag #chega de espera.

“Desde 2009 estamos nesta batalha. Entregamos abaixo assinado com 50 mil assinaturas para que o centro fosse instalado. A angústia e o sofrimento de quem faz quimioterapia ou radioterapia é muito grande e, para quem mora em nossa região, é maior ainda, pois precisam ir a São Paulo e percorrer longas distâncias para realizarem o tratamento. Uma injustiça com quem já vive em um momento tão delicado e que precisa de muito apoio”, disse e completou: “esperamos agora ver uma união de esforços e mobilização de todos em prol dos pacientes oncológicos”, salienta o deputado.

A campanha irá prosseguir com distribuição de materiais em vários bairros de Osasco e outras cidades da região esclarecendo sobre a necessidade de engajamento na luta e na cobrança do governador Geraldo Alckmin para imediata instalação do Centro de Tratamento do Câncer.

Luta

A luta do deputado Marcos Martins, ao lado da Abrea e do grupo Oncovida pela vinda do Centro Oncológico começou em 2009, quando colheu mais de 50 mil assinaturas em abaixo-assinado entregue à Casa Civil em 2010 pedindo a unidade. E o prefeito de Osasco Jorge Lapas também aderiu à luta e tem cobrado em atividades públicas a implantação do centro de tratamento do Câncer na cidade.

Durante esses últimos cinco anos, a Secretaria de Saúde estadual já trocou três vezes de secretário e nada avançou. “Não entendemos o porquê de tanta demora, mas vamos continuar cobrando, pois quem está doente não pode esperar. Cansamos de aguardar e vamos à luta por quem mais precisa”, afirma Marcos Martins, esperando a adesão de toda a cidade para pressionar o governo do Estado.

O Centro de Oncologia

O Centro de Oncologia vai integrar a Rede Paulista de Combate ao Câncer, que consiste na descentralização do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) para outras localidades dentro do estado.

A unidade Osasco deve ter condições de atender consultas, exames diagnósticos e tratamento por quimioterapia e radioterapia.