Marcos Martins destaca lutas em favor da saúde e da cultura brasileira - Marcos Martins

Marcos Martins destaca lutas em favor da saúde e da cultura brasileira

Crédito: Assessoria/MM

Marcos Martins destaca lutas em favor da saúde e da cultura brasileira
Em entrevista durante programa do Secor, parlamentar falou sobre seu trabalho na ALESP pela saúde e cultura
Nesta segunda-feira, 1º de agosto, o deputado estadual Marcos Martins participou do programa TV Secor, do Sindicato dos Comerciários de Osasco e Região, quando destacou suas lutas na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP), principalmente, voltadas para a saúde do trabalhador, e seu trabalho pela valorização da cultural brasileira.
Na ocasião, Martos Martins aproveitou para fazer um resgate histórico de sua luta contra o amianto, substância cancerígena, que começou em Osasco ao lado da ABREA (Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto) e se estendeu ao estado de São Paulo com a aprovação da Lei 12.684, que proíbe o amianto em todo território paulista e exige o descarte ambientalmente correto da substância. “Minha luta contra o amianto começou quando eu ainda era vereador, em Osasco. No entanto, devido ao prejuízo que esse material causa para a saúde, ampliei minha luta por todo o estado de São Paulo. Como representante da população, é minha obrigadação conscientizar e proteger a população com as ferramentas que tenho em mãos”, afirmou o parlamentar.
Marcos Martins também falou sobre a Lei 15.313, que proíbe o uso de instrumentos hospitares contendo mercúrio, e sobre a Lei 15.461, que institui o Dia Estadual de Conscientização da Fibromialgia, em 12/5. O deputado destacou também seus esforços para aprovar o Projeto de Lei 247/2015, que busca evitar a liberação do benzeno em postos de combustíveis.
Sobre cultura, Martins falou sobre sua lei que reconhece Osasco como a Capital da Viola em todo estado de São Paulo. “Em Osasco, temos uma cultura muito forte e essa lei resgata o que temos de melhor na cidade, nossa cultura local”.
O parlamentar destacou também o Prêmio Inezita Barroso, aprovado recentemente na ALESP, visando a valorização da música sertaneja e raiz caipira. “O Prêmio será concedido a partir de 2017 para pessoas, grupos ou entidades que se destacam pela contribuição à música caipira em qualquer região do estado de São Paulo. Uma Comissão escolhida pela ALESP irá analisar e escolher àqueles que melhor contribuíram com a cultura caipira. Ao todo, serão 10 homenageados todo o ano. Essa é uma forma de reconhecimento e valorização da minoria”, afirmou Martins.
O programa TV Secor pode ser assistido na íntegra pelo canal do YouTube
https://www.youtube.com/user/CanalSecor.

Nesta segunda-feira, 1º de agosto, o deputado estadual Marcos Martins participou do programa TV Secor, do Sindicato dos Comerciários de Osasco e Região, quando destacou suas lutas na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP), principalmente, voltadas para a saúde do trabalhador, e seu trabalho pela valorização da cultural brasileira.

Na ocasião, Martos Martins aproveitou para fazer um resgate histórico de sua luta contra o amianto, substância cancerígena, que começou em Osasco ao lado da ABREA (Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto) e se estendeu ao estado de São Paulo com a aprovação da Lei 12.684, que proíbe o amianto em todo território paulista e exige o descarte ambientalmente correto da substância. “Minha luta contra o amianto começou quando eu ainda era vereador, em Osasco. No entanto, devido ao prejuízo que esse material causa para a saúde, ampliei minha luta por todo o estado de São Paulo. Como representante da população, é minha obrigadação conscientizar e proteger a população com as ferramentas que tenho em mãos”, afirmou o parlamentar.

Marcos Martins também falou sobre a Lei 15.313, que proíbe o uso de instrumentos hospitares contendo mercúrio, e sobre a Lei 15.461, que institui o Dia Estadual de Conscientização da Fibromialgia, em 12/5. O deputado destacou também seus esforços para aprovar o Projeto de Lei 247/2015, que busca evitar a liberação do benzeno em postos de combustíveis.

Sobre cultura, Martins falou sobre sua lei que reconhece Osasco como a Capital da Viola em todo estado de São Paulo. “Em Osasco, temos uma cultura muito forte e essa lei resgata o que temos de melhor na cidade, nossa cultura local”.

O parlamentar destacou também o Prêmio Inezita Barroso, aprovado recentemente na ALESP, visando a valorização da música sertaneja e raiz caipira. “O Prêmio será concedido a partir de 2017 para pessoas, grupos ou entidades que se destacam pela contribuição à música caipira em qualquer região do estado de São Paulo. Uma Comissão escolhida pela ALESP irá analisar e escolher àqueles que melhor contribuíram com a cultura caipira. Ao todo, serão 10 homenageados todo o ano. Essa é uma forma de reconhecimento e valorização da minoria”, afirmou Martins.

O programa TV Secor pode ser assistido na íntegra pelo canal do YouTube

https://www.youtube.com/user/CanalSecor.