2ª edição do Prêmio Inezita Barroso acontece em abril - Marcos Martins

2ª edição do Prêmio Inezita Barroso acontece em abril

A entrega das homenagens da 2ª edição do Prêmio Inezita Barroso acontece no dia 6 de abril, às 10h, no auditório Juscelino Kubitschek, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – ALESP.

O Prêmio, criado através do Projeto de Resolução 31/2015, de autoria do deputado estadual Marcos Martins, tem a intenção de valorizar a cultura caipira de raiz e qualquer forma de arte popular que a complemente.

Nesta edição, a lista de candidatos recebeu 25 indicações e uma autoindicação. “Eu gostaria que todos os apresentados fossem contemplados, mas o texto da lei fala em dez vencedores”, afirmou o deputado Marcos Martins.

Os homenageados desse ano são:

– Coral Sertanejo do Clube da Viola de Bauru

– José Fortuna (in m emoriam), de Itápolis

– Mestre Lica (José Francisco de Paula Lica), de Taubaté

– Bob Vieira (Luiz Antônio Vieira), de Itapetininga

– Orquestra Penapolense de Música de Raiz, de Penápoles

– Programa Laços da Terra, de Ribeirão Preto

– Tião Ribeiro e Projeto Cultura Pura, de Salto

– Sebastião Vitor Rosa (Tião Mineiro), de Campinas

– Valdemar Alves dos Reis, de Araçatuba

– Companhia Cênica de São José do Rio Preto

Para o deputado Marcos Martins, o Prêmio, além de homenagear os artistas que se destacaram no universo da cultura sertaneja, eterniza a vida e obra de Inezita Barroso.

INEZITA BARROSO

Ignez Magdalena Aranha de Lima nasceu em São Paulo no ano de 1925. Foi cantora, atriz, instrumentista, bibliotecária, folclorista, professora e apresentadora de rádio e televisão. Recebeu o troféu Roquette Pinto como melhor cantora de rádio; o prêmio Guarani, como melhor cantora em disco, além do prêmio Saci de Cinema. Em 2003, foi condecorada com a medalha Ipiranga, recebendo o título de comendadora da música raiz. Inezita Barroso faleceu em São Paulo, no dia 8 de março de 2015.