Johnson & Johnson é condenada por usar amianto nos EUA - Marcos Martins

Johnson & Johnson é condenada por usar amianto nos EUA

A empresa Johnson & Johnson, um dos laboratórios líderes mundiais da indústria farmacêutica, foi condenada a pagar US$ 4,69 bilhões para 22 mulheres e suas famílias que alegam que talco vendido pela empresa continha amianto e lhes causou câncer. A decisão partiu de uma corte em St. Louis, no estado de Missouri.

Nesta terça-feira, 17/7, o deputado estadual Marcos Martins, autor da Lei Estadual 12.684, de 2007, que proíbe o uso do amianto em território paulista, chamou atenção para o caso no plenário da ALESP.